PREPARAÇÃO PARA O SUCESSO

20.05.2016

Bem-vindo(a)!

Se procuras melhorar a tua vida, alimentar-te de forma mais saudável, aprender receitas e truques para mudares para uma alimentação natural de uma forma eficaz, e viveres uma vida mais saudável, este é o teu momento. Mas, antes de começares respira fundo, reflecte na razão que te trouxe aqui e quais os objectivos que pretendes alcançar. 

Para algumas pessoas é benéfico começar um diário onde escrever os seus objectivos e a razão pela qual querem mudar. Reflectirmos e escrevermos o que queremos mudar é uma ferramenta poderosa, pois é uma forma de assumirmos que algo não está a resultar naquele momento e, ao fazê-lo, responsabilizamo-nos pelos nossos actos e escolhas de forma consciente. 

 

 

FAZER A TRANSIÇÃO PARA UMA ALIMENTAÇÃO NATURAL

 

Para algumas pessoas fazer a transição para uma alimentação mais consciente pode ser avassalador. A quantidade de informação que recebem pode muitas vezes ser demasiada e controversa. São tantos os alimentos que de repente são apresentados como sendo a salvação para todos os males que é comum encontrar pessoas que compram todos os superalimentos de que já ouviram falar e enchem a dispensa de spirulina, clorela, bagas e um sem fim de ingredientes que depois nem sabem como consumir.

 

Calma.

 

Se estes nomes te são estranhos e o teu coração começou a palpitar mais forte, respira fundo que não precisas de ir a correr ao supermercado biológico comprá-los, nem irás sofrer um rombo no orçamento familiar com as alterações que proponho.

O que te apresento é uma abordagem inicial a uma alteração de hábitos e consolidação de uma alimentação saudável. 

Pequenos passos levam-nos a longas distâncias e não precisamos saber já tudo hoje. O mais interessante é ir descobrindo passo a passo novas formas de cozinhar e ir introduzindo novos ingredientes à medida que vais ficando mais à vontade na cozinha.

Vamos deixar alguns alimentos de lado, como os lacticínios, açúcar refinado e alguns produtos animais e inserir outros ainda melhores.

Se após mudares a tua alimentação tiveres dias em que faças escolhas não tão aconselháveis (ai o pastel de nata da Manteigaria que é tão bom!) não desesperes, afinal não é o que comemos uma vez por outra que nos faz melhor ou pior, o importante são as escolhas que fazemos no dia a dia, e vais ver que quando voltas a comer de forma mais equilibrada, o teu corpo agradece.

Agora está na hora de começar e, para isso há alguns ingredientes que precisamos ter à mão.

 

 

CONSTRUIR UMA COZINHA SAUDÁVEL

 

Durante as próximas semanas vamos aprender a cozinhar de forma natural sem o uso de lacticinios, açúcar refinado e produtos animais e, para isso precisamos transformar a nossa cozinha e prepararmo-nos para o sucesso. 

Há alguns alimentos que vamos precisar ter na nossa dispensa como cereais integrais, leguminosas em grão secas, algas, vinagres, óleos de boa qualidade, vegetais e frutas da época bem como adoçantes naturais.

 

Esta é a lista de alguns dos ingredientes que convém teres sempre à mão.

Se a tua dispensa ainda não está equipada com os alimentos que descrevi acima, não te preocupes que a lista que elaborei não é exaustiva. Aqui seleccionei apenas alguns dos ingredientes que mais uso, e que decerto irás gostar.

À medida que vais ficando mais à vontade na cozinha, podes acrescentar alguns ingredientes à tua lista e explorar novos sabores e combinações.

Se alguns destes nomes te soarem estranhos não te assustes nem os ponhas de lado. Aventura-te, experimenta sem receios e verás um novo mundo de sabores que desconhecias 

 

 

 


 ARROZ INTEGRAL X ARROZ ARROZ BRANCO

 

Se o arroz branco ainda é uma constante nas tuas refeições, mudar para o consumo de arroz integral vai ser uma das mais benéficas mudanças que irás fazer.

O arroz integral é mais completo em nutrientes uma vez que os seus grãos se mantém intactos contendo a pelicula e o gérmen que, no caso do arroz branco são eliminados durante o processo de refinação, possuindo apenas a endosperma. É um cereal de absorção rápida, ao contrário da versão integral que te saciará por mais tempo.

O arroz integral é um cereal sem glúten e rico em fibra, o que o torna mais fácil de digerir. É muito benéfico para o sistema digestivo, ajudando na eliminação de tóxinas e também no auxilio de controle dos níveis de açucar no sangue. É rico em minerais e vitaminas como a A, B1, B2, B6 e B12, proteínas, óleo, niacina e hidratos de carbono. 

Como vês, só tens a ganhar.

 

 

 

PORQUÊ LEGUMINOSAS SECAS QUANDO POSSO COMPRAR ENLATADAS JÁ COZIDAS? 

 

A maior parte das leguminosas que encontramos em supermercados aparecem na sua versão já cozida, em lata ou em frascos de vidro. O que acontece é que estas leguminosas normalmente contêm conservantes e aditivos quimicos e perderam grande parte dos seus nutrientes.

Os produtos enlatados têm ainda outra desvantajem uma vez que as latas possuem um revestimento feito com resinas de bisfenol A, uma substancia potencialmente perigosa para a saúde que se acumula no nosso organismo e possui efeitos nocivos.

Assim, se houver dias em que tenhas necessidade de comprar leguminosas já cozinhadas, é aconselhável escolheres as versões em frascos de vidro.

 

 

COZINHAR CEREAIS E LEGUMINOSAS

 

Chegou a hora de cozinharmos os nossos cereais integrais e leguminosas mas, antes temos de os lavar ou até demolhar.

Nem todas as pessoas demolham o arroz integral mas, fazê-lo é vantajoso uma vez que desdobra o ácido fitico presente no mesmo, tornando muito mais fácil a absorção de diferentes oligoelementos, particularmente zinco.e ajuda-o a cozinhar um pouco mais rápido. Podes demolhar durante a noite e cozinhá-lo de manhã ou, demolhá-lo por apróximadamente 3h antes de o cozinhares.

As leguminosas em grão precisam sempre de ser demolhadas e, quando cozidas é sempre benéfico acrescentares uma tira de alga kombu.

As algas são ricas em minerais e, no caso da kombu, ao cozinhá-la com as tuas leguminosas vais torná-las mais digeriveis e saborosas e ainda ajudas a eliminar a formação de gases. Não é fantástico? 

O tempo de demolha pode variar consoante o tipo de leguminosa mas, aconselho-te a demolhá-las durante a noite, assim poderás cozinhá-las na manhã seguinte sabendo que o tempo de demolha foi suficiente.

E é aqui que entra a minha primeira dica e talvez a mais importante.

 

 

 

-DICA IN AND YOUNG -

PLANEAMENTO

 

Um dos segrededos para conseguirmos manter uma alimentação saudável é mudando o nosso "chip" mental, parando e planeando.

O planeamento de refeições é uma chave poderosa, principalmente num inicio de alteração de hábitos.

Se não planearmos algumas refeições, corremos o risco de haver momentos em que estamos esfomeados e não temos nada preparado e, inevitávelmente, acabamos por fazer escolhas menos benéficas.

Há alguns alimentos que gosto sempre de ter preparados e guardados no frigorifico ou na dispensa.

 

Este é o meu TOP 5 de alimentos que tenho sempre à mão:

 

1 ARROZ INTEGRAL

O arroz integral é super versátil. Podes cozinhar uma quantidade maior no inicio da semana e consumi-lo de diversas formas ao longo da mesma, tais como; 

-Simples, como acompanhamento:

-Em bolinhas recheadas com umeboshi e manteiga de amêndoim  e cobertas de nori para um snack a meio da tarde;

-Juntando a legumes, tempeh ou tofu num delicioso "arroz á valenciana"vegan;

-Num delicioso creme de arroz para pequeno-almoço 

 

 

2 GRÃO DE BICO E FEIJÕES

Vai haver dias em que chegas a casa mais cansada ou sem grande vontade de cozinhar e, teres leguminosas já cozidas no frigorifico vai ser uma grande vantajem pois há imensas variações de pratos que podes fazer e que não te ocuparão muito tempo, além de teres uma fonte de energia garantida com o seu consumo.

Vais ver que a seguir te vais sentir satisfeita e feliz com a tua refeição e nem te custou nada!

Adoro ter grão de bico sempre à mão pois o seu sabor é delicioso e pode ser transformado em formas tão diversas e saborosas.

Eu adoro-os como:

-Grão com molho de caril e mostarda com coentros;

-Hamburguer de grão;

-Hummus; perfeito como snack a meio da tarde

 

 

3 PICKLES

Os pickles são excelentes aliados na manutenção de uma flora intestinal saudável. mas, atenção aos pickles que se compram em supermercado pois a maior parte tem conservantes e açúcar adicionado e não queremos nada disso. Podes fazer os teus em casa e em breve vou ensinar-te como, vais ver que é bem fácil mas, se ainda assim preferires comprar, podes encontrar pickles de boa qualidade em supermercados biológicos. Eu adoro chucrute e compro sempre um frasco grande no BRIO.

 

 

4 MANTEIGAS DE OLEAGINOSAS

As manteigas de oleaginosas podem ser verdadeiros salvadores em muitas situações. São super fáceis de fazer e ainda melhor, super deliciosas.

Se gostas de comer pão com manteiga de origem animal, esqueçe isso! Além de os lacticinios serem prejudiciais à tua saúde, as alternativas já são tantas e deliciosas que vais ver que vais deixar de as querer consumir em três tempos.

Podes fazê-las em casa (vê como aqui) ou podes comprar já feitas em supermercados biológicos. Atenção, se vires na sua composição adição de açúcar volta a pô-los na prateleira de onde os tiras-te. Uma boa manteiga de oleaginosas deve ser feita somente de oleaginosas e sal ou poder conter um pouco de óleo.

Além de as poderes usar para barrar no pão, ainda as podes usar em smoothies, na confecção de sobremesas ou juntar a cremes de pequeno almoço.

 

 

 

5 SEMENTES TOSTADAS

Sementes de girassól e abóbora tostadas com shoyu ou vinagre de umebohi é algo que podes sempre encontrar na minha dispensa. Além de transformarem qualquer prato em algo digno do Masterchef, podem ser consumidas como snack a meio das refeições. Por vezes, quando chego a casa com fome e ainda tenho de preparar o almoço ou jantar, petisco umas tantas e assim não tenho vontade de comer outras coisas até á hora da refeição. Ficam fantásticas em saladas ou sobre arroz ou vegetais e dão um toque mais elaborado à tua refeição, sem esforço.

 

 

Agora que tiveste a primeira abordagem á construção de uma cozinha saudável é altura de começar a acção.

Prepara a tua dispensa e prepara-te para a aventura.

Nas próximas semanas vamos fazer pequenos-almoços deliciosos, refeições completas e rápidas, snacks, e aprender muito mais.

 

 

Se quiseres ter uma experiência mais personalizada e direccionada às tuas necessidades, podes solicitar uma aula de cozinha privada através do email

macroinandyoung@gmail.com 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DICAS PARA UMA VIDA FELIZ E SAUDÁVEL

CUIDAR DE MIM

#1 
GRATIDÃO

Todos os dias, antes de deitar, reflecte nos aspectos da tua vida pelo qual estás grata. Vais ver que por mais dificil que sejam os momentos pelos quais possas estar a passar há sempre coisas boas e deves sentir-te grata por elas. Cultiva essa sensação de gratidão todos os dias e vais ver como inúmeras e maravilhosas possibilidades surgirão. 

 

#2
NÃO TE COMPARES AOS OUTROS
 Todos somos diferentes, únicas e perfeitas nas nossas imperfeições. Abraça-as pois são elas que te tornam única e especial.

#3
MOVE O CORPO LOGO PELA MANHÃ

Cuidar de mim logo pela manhã vai ser o teu novo mantra. Encontra uma actividade física que te mova e que possas fazer logo pela manhã. Fazê-lo logo ao ínicio do dia vai dar-te um boost para que agarres o dia com uma nova energia e maior confiança.

NA COZINHA

#1 
PROGRAMA

Programa as tuas refeições para a semana e cozinha alguns alimentos como cereais integrais e leguminosas. Assim, será mais fácil e rápido preparares uma refeição deliciosa após um dia de trabalho

 

#2
TROCA 

Reduz o sal usando e abusando de ervas aromáticas. Além de darem um sabor delicioso aos pratos dá-lhes um toque de frescura.

 

#3
ANTECIPA

Prepara o teu pequeno almoço de véspera. Assim, sabes que terás algo delicioso para nutrir o teu corpo logo pela manhã.

Sandra Mesquita

GOSTASTE DESTE POST? ENTÃO ESPREITA ESTES TAMBÉM.

Please reload