À CONVERSA COM VÂNIA RIBEIRO, MADE BY CHOICES

22.08.2017

Para os mais distraidos a Vânia é o rosto por trás de um dos blogs de cozinha com maior sucesso em Portugal, o Made by Choices. Conhecia o seu trabalho já há alguns anos, mas confesso que foi somente após ter lido o seu livro, “As 5 cores da cozinha saudável” que a minha admiração por esta miúda gira, talentosa e inteligente passou para um outro nível. Com tantos livros de cozinha saudáveis a serem publicados ao ritmo como vemos nos dias de hoje, por vezes torna-se difícil de encontrar um que se destaque e acreditem que o da Vânia faz exactamente isso. Este é mais do que um livro de receitas escrito por uma blogger gira, é um livro com informação muito interessante sobre alimentação e emoções e como as cores têm impacto em ambas, algo que nunca tinha lido fora da esfera da macrobiótica e que foi uma lufada de ar fresco associada a receitas de fazer lamber os dedos.

 

Deixei-vos curiosos?

Então, conheçam a Vânia e deixem-se inspirar pela sua história.

 

Vânia, fala-nos um pouco sobre ti e a tua história.

 

A minha história é comum a tantas outras. Até aos 25 anos nunca dei importância à alimentação e a estilos de vida saudável. Muito menos pensei algum dia dedicar a minha vida a falar sobre isso. Numa determinada altura fui “obrigada” a tomar uma decisão; ou mudava o meu estilo de vida ou ignorava todos os sinais do meu corpo e continuava com enxaquecas diárias, falta de energia, crises severas de acne e quistos nos ovários e nas mamas. Essa necessidade urgente de mudança levou-me a fazer escolhas e acredito que nada acontece por acaso.

 

 

Deixaste um curso superior em Psicologia após três anos de estudo para ingresssar num curso de Naturopatia. Na altura os teus hábitos alimentares não eram dos mais saudáveis nem sequer te imaginavas a seguir uma alimentação vegetariana. O que te levou a ingressar num curso de 4 anos dentro desta temática num momento da tua vida onde a alimentação saudável nem era algo que te movia?

 

Quando iniciei o curso de Psicologia não sabia bem qual seria o meu percurso profissional. Sabia que queria ajudar outras pessoas, mas no fundo não sabia realmente como. Psicologia pareceu-me a escolha mais óbvia com os meus 19 anos de idade. Pouco se falava em terapias holísticas, vida saudável, ou talvez eu ainda não estivesse desperta para o tema. Ao longo de 3 anos de curso, percebi que esse não era o meu caminho. Era tudo muito teórico e pouco ou nada prático. Foi então que descobri um pequeno curso de massagem indiana e decidi experimentar, um pouco por curiosidade. Nessa fase dei por mim a pesquisar mais sobre o tema e descobri a naturopatia. Fui um pouco ao desconhecido, mas adorei o curso. Foi sem dúvida a minha base inicial de conhecimento.  

 

 

No teu livro, as 5 cores da cozinha saudável, falas sobre como gostavas de bife com batatas fritas e neste momento consigo imaginar muita gente a identificar-se com esta Vânia. Como foi para ti mudar a tua alimentação e estilo de vida e passar a seguir uma alimentação 100% vegetal? Quais foram as tuas maiores dificuldades e como as ultrapassaste?

 

Sim eu era a típica jovem que devorada batatas fritas, hambúrgueres, pizzas e carne (muita carne), a todas as refeições. Não tinha qualquer noção do impacto que a alimentação tem no nosso corpo e também no planeta. Mudar a minha alimentação não foi fácil. Mudar hábitos de uma vida não é tarefa fácil, mas é possível. Fiz tudo de uma forma gradual. Demorei cerca de 1 ano até fazer a transição para uma alimentação 100% vegetal. A maior dificuldade foi deixar de consumir açúcares refinados, o queijo (aí o queijo..), aprender a cozinhar e sobretudo a manter hábitos saudáveis de forma consistente. Por incrível que pareça o mais fácil e rápido foi deixar de consumir carne

 

 

O teu livro fala sobre 5 cores que estão directamente ligadas a determinados orgãos do nosso corpo. Esse é um dos pontos em comum com a visão macrobiótica que está relacionado com a teoria dos 5 elementos onde vemos como determinados alimentos podem afectar não só orgãos, mas também emoções. Quais são as tuas noções de macrobiótica e como vês a alimentação e estilo de vida macrobiótico nos dias de hoje?

 

Nunca estudei macrobiótica a fundo. No curso de Naturopatia tive 2 anos de Medicina Tradicional Chinesa e 2 anos de Acupunctura com uma professora que tinha o curso de macrobiótica, então ao longo de toda a prática clinica foi passando alguns dos seus conhecimentos. Uma das áreas da naturopatia é a alimentação, apesar de ser trabalhado de uma forma holística. Portanto as cores, os cheiros, as texturas, as formas e os sabores dos alimentos têm uma relação direta com os órgãos do nosso corpo. Mas não só os alimentos influenciam os nossos órgãos, as emoções, as estações do ano por exemplo são explicadas pela Medicina Tradicional Chinesa através da teoria dos 5 elementos. Com um estilo de vida macrobiótica acredito que facilmente conseguem aplicar estes conceitos de uma forma prática.

 

 

Como tu própria dizes, não nasceste para a cozinha, no entanto o teu blog, Made by Choices, é não só um local onde partilhas os teus conhecimentos, mas também receitas vegetarianas e recentemente publicaste ainda o teu primeiro livro de receitas. Qual foi o momento onde a tua paixão pela cozinha começou e onde encontras inspiração para criares as tuas receitas?

 

Esta paixão surgiu por necessidade. Fruto de alguma prática e curiosidade também. Como ninguém na minha família pratica uma alimentação vegetariana tive de aprender a preparar as minha refeições. Descobri que o mundo vegetal é muito abundante. Sair do registo carne/peixe foi libertador. Hoje os meus pratos têm muito mais cor, sabor e variedade. Inspiro-me em tudo; na internet, na televisão, no youtube, em livro e em blogs.

 

 

O que é que nunca falta na tua cozinha?

 

Fruta, muita fruta! Vegetais de cor verde e leguminosas.

 

 

Quais são para ti os hábitos saudáveis que incorporaste no teu dia a dia que maior impacto têm tido e que aconselhas?

 

Beber água em jejum logo pela manhã. Dedicar todos os dias 30 minutos só para mim, para ler, estar em silêncio, agradecer e meditar. Dormir cedo (entre as 22horas) e acordar cedo (entre as 6h00). Não há nada melhor do que aproveitar o dia logo pela manhã. Aproveito essa altura para aplicar os hábitos mencionados acima.

 

 

 

 

Como é hábito no à conversa com, desafiei a Vânia a partilhar uma receita convosco e eis a receita com que nos brindou, a sua bebida favorita de sempre:

 

LEITE DOURADO

 


INGREDIENTES

 

500ml de leite de coco (usei caseiro)

4 cm de curcuma fresca ou 1 c. de chá de curcuma em pó

2 cm de gengibre fresco

Uma pitada de pimenta preta moída na hora

2 paus de canela

1 colher de chá de maple syrup ou geleia de arroz ou outro adoçante natural (opcional)

 

 

PREPARAÇÃO

 

  1. Num tacho pequeno aquecer (em lume médio) o leite de coco, a curcuma ralada (ou em pó), o gengibre ralado, a pimenta moída e os paus de canela

  2. Mexer o liquido ocasionalmente

  3. Quando começar a ferver desligar o lume

  4. Juntar o maple syrup

  5. Mexer, coar o líquido para uma chávena

  6. Beber ainda quente.  

Podem saber mais sobre a Vânia e o seu livro no blog Made by Choices

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DICAS PARA UMA VIDA FELIZ E SAUDÁVEL

CUIDAR DE MIM

#1 
GRATIDÃO

Todos os dias, antes de deitar, reflecte nos aspectos da tua vida pelo qual estás grata. Vais ver que por mais dificil que sejam os momentos pelos quais possas estar a passar há sempre coisas boas e deves sentir-te grata por elas. Cultiva essa sensação de gratidão todos os dias e vais ver como inúmeras e maravilhosas possibilidades surgirão. 

 

#2
NÃO TE COMPARES AOS OUTROS
 Todos somos diferentes, únicas e perfeitas nas nossas imperfeições. Abraça-as pois são elas que te tornam única e especial.

#3
MOVE O CORPO LOGO PELA MANHÃ

Cuidar de mim logo pela manhã vai ser o teu novo mantra. Encontra uma actividade física que te mova e que possas fazer logo pela manhã. Fazê-lo logo ao ínicio do dia vai dar-te um boost para que agarres o dia com uma nova energia e maior confiança.

NA COZINHA

#1 
PROGRAMA

Programa as tuas refeições para a semana e cozinha alguns alimentos como cereais integrais e leguminosas. Assim, será mais fácil e rápido preparares uma refeição deliciosa após um dia de trabalho

 

#2
TROCA 

Reduz o sal usando e abusando de ervas aromáticas. Além de darem um sabor delicioso aos pratos dá-lhes um toque de frescura.

 

#3
ANTECIPA

Prepara o teu pequeno almoço de véspera. Assim, sabes que terás algo delicioso para nutrir o teu corpo logo pela manhã.

Sandra Mesquita

GOSTASTE DESTE POST? ENTÃO ESPREITA ESTES TAMBÉM.

Please reload